Cuidados e tratamentos para a pele negra

Ontem recebi um link de uma entrevista com a Gloria Maria e é intrigante ver como ela fica mais bonita e jovem a cada dia. Sem recorrer a procedimentos cirurgicos ela diz que toma muitas vitaminas ( muitas mesmo, até chá de ninho de passarinho ela toma ) e  mantém uma dieta saudável, nada de álcool nem cigarro. Mas mesmo assim sabemos que a pele negra envelhece menos e resolvi dar uma olhada em como isso acontece.

A pele negra é naturalmente mais rija e firme do que a branca, sabem porque? As camadas cutâneas são fortemente unidas em uma estrutura rígida e além dessa característica a maior quantidade de melanina produz uma proteção natural contra o câncer de pele.

A dermatologista Dra. Luciana Salgado fala um pouco sobre os cuidados com a pele negra aqui abaixo:

A maior produção de melanina, apesar de proteger contra os malefícios do sol, aumenta também a possibilidade de pigmentação, deixando a pele mais propensa a manchas, pois tende a escurecer e a produzir mais pigmento quando sofre qualquer forma de agressão, como uma cirurgia, uma queimadura ou mesmo um procedimento cosmético.

 A pele negra também tem maior tendência à oleosidade e ao desenvolvimento de acne, pois suas glândulas sebáceas produzem maior quantidade de sebo.  “Como este tipo de pele mancha com mais facilidade, as lesões de acne (cravos e espinhas) não devem ser manipuladas. Em decorrência da maior oleosidade e dos pelos encaracolados, essas pessoas apresentam mais frequentemente pelos encravados e foliculite (inflamação e/ou infecção do orifício por onde o pelo se exterioriza)” esclarece Dra. Luciana Conrado.

 Dentre as patologias mais comuns da pela negra está a chamada “dermatose papulosa nigra”, lesões que são pequenos pontos acastanhados a negros, elevados que surgem na face. Este problema acomete entre 35% e 77% das pessoas negras e pode ter transmissão genética. No entanto, o tratamento é simples: com cauterizações ou curetagem pode-se resolver o problema, tendo muito cuidado para não desenvolver outras manchas na tentativa de remover a lesões.

 Cuidados e tratamentos para a pele negra

 Valorizar os traços e características raciais é segredo de beleza para qualquer fototipo. Na pele negra recomenda-se higienizar o rosto duas vezes ao dia, preferencialmente com sabonetes líquidos, para evitar a formação de cravos e espinhas. O ressecamento da pele do corpo favorece o aparecimento de manchas mais claras, esbranquiçadas. Portanto, não se pode descuidar da hidratação diária, especialmente nas regiões mais ressecadas. Banhos longos e excessivamente quentes não são recomendados, assim como o uso de buchas e outros “esfoliantes” que possam agredir a pele, causando maior ressecamento.

Dra. Luciana Conrado explica que, como existe um risco maior de desenvolvimento de manchas escuras em função de tratamentos cosméticos ou cirúrgicos, é preciso ter muito cuidado antes de realizar qualquer procedimento dermatológico.

“Os ‘peelings’ e laser sempre foram indicados com muita cautela para a pele negra. Hoje, as técnicas encontram-se bem mais estabelecidas e seguras para esses pacientes, observando-se os cuidados após a realização dos procedimentos e sempre com o acompanhamento médico. Os ‘peelings’ indicados são os superficiais e a depilação a laser deve ser feita com equipamentos específicos para a pele negra e bronzeada, que agridem menos. Em geral, não se recomenda o uso do laser ablativo ou a realização de ‘resurfacing’, pois são procedimentos mais agressivos e que apresentam maior risco de desenvolver queloides, forma de cicatrização exuberante e inestética, que são muito comuns na pele negra. Em qualquer situação, não esqueça: o ideal é sempre realizar tratamentos supervisionados por profissionais qualificados”, finaliza a dermatologista.

As minhas leitoras de pele negra que quiserem deixar alguma dica de cuidado especial ou produto que faça diferença use os comentários, tá? bjo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *