Depilação definitiva para homens com RevLite

Antigamente havia preconceito e receio por parte dos homens em serem julgados por se preocuparem com a estética e com a sua aparência. Hoje o público masculino superou esse preconceito machista e a procura é cada vez maior. Além disso, havia a preocupação com a dor que a depilação podia causar, mas com os avanços das tecnologias e dos equipamentos atuais, que quase não causam dor ou desconforto, esse problema deixou de existir.

Dentre essas tecnologias, o Revlite (laser Q-switched Nd:Yag de 1064nm) destaca-se por associar o uso de alta energia com disparos muito rápidos, o que resulta no chamado efeito fotoacústico, e é traduzido como ausência de calor. “Desta forma, ao invés de altas temperaturas, são ondas mecânicas que atuam para eliminar os pelos”, afirma o Dr. Fernando Macedo, (CRM-SP 80140), dermatologista membro da SBD (Sociedade Brasileira de Dermatologia), SBCD (Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica) e da AAD (American Academy of Dermatolgy).

O Revlite é muito indicado também no tratamento da foliculite, muito comum na barba dos homens. Trata-se da inflamação de um ou mais folículos capilares, que ocasiona uma reação da pele, com formação de pus, aparecimento de vermelhidão na região afetada e irritações.

Existe ainda, para os que não sabem, a depilação íntima masculina a laser, com menos procura que a feminina, mas que também apresenta-se como uma forma eficaz e quase sem dor de manter a higiene do corpo e de quebra agradar a parceira ou o parceiro.

O número de sessões para a remoção dos pelos com Revlite não varia de acordo com o sexo, mas sim com a área a ser tratada, a espessura e a cor dos pelos, alternando conforme a resposta de cada pessoa. Com o RevLite áreas com pelos mais finos respondem mais rapidamente e geralmente sugere-se de 6 a 10 sessões, dependendo sempre da área tratada. “O ideal é que os pelos estejam com pelo menos 2mm de comprimento. Antes da aplicação do RevLite, basta limpar a pele para retirar resíduos de hidratante, maquiagem, protetor solar, desodorante ou outras substâncias cosméticas.” conclui o dermatologista.

Além disso, Dr. Fernando lembra que os homens podem tomar sol imediatamente após o tratamento, basta o uso de filtro solar adequado, pois a tecnologia do RevLite não apresenta o risco de queimaduras e consequentes manchas na pele.

Seja entre os heterossexuais ou homossexuais, conservadores ou liberais, jovens ou maduros, a depilação masculina tem ganhado espaço e mostrado ser preferência nacional.

Fonte: Prestige

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *