Sobre a cirurgia plástica na panturrilha

large (2)

Quem se lembra da ‘Pantera Cor-de-Rosa’ do desenho animado, com sua silhueta magra e longas pernas finas? Pernas finas em uma animação e até em passarelas de moda podem parecer charmosas e elegantes. Mas, na realidade e no Brasil, país conhecido por ter mulheres com corpos mais torneados, as panturrilhas sequinhas não agradam a maioria, que tem preferência por pernas mais grossas.

Mas, mesmo nascendo no Brasil, muitas mulheres não possuem esses atributos desejáveis, e conseguir um corpo torneado nem sempre é fácil! Em muitos dos casos somente a malhação não resolve, por isso seria preciso recorrer a outras soluções. A principal delas é a cirurgia plástica, que pode corrigir pequenas imperfeições do corpo e proporcionar ao paciente o resultado desejado.

Uma das cirurgias mais procuradas é a da panturrilha, indicada para quem quer ter um contorno harmonioso na silhueta da perna, mas que não consegue este feito apenas através de exercício físico. “Muitas mulheres evitam usar saias e shorts, justamente porque as panturrilhas não são proporcionais ao corpo, mesmo realizando atividades físicas. Hoje, as cirurgias possuem propósitos mais estéticos, uma vez que no passado era indicado apenas para pacientes que possuíam atrofia muscular, como a causada principalmente pela poliomielite”, diz o diretor do Centro Nacional – Cirurgia Plástica, Arnaldo Korn.

O procedimento é simples e consiste na aplicação de próteses de silicone na parte de trás da canela, o que proporciona um aspecto natural e harmonioso em relação às coxas. Geralmente a anestesia é peridural e a cirurgia leva em torno de duas horas, com tempo de recuperação em torno de cinco dias, e é recomendável o uso de uma meia especial durante um período de aproximadamente trinta dias. Como o corte para introdução da prótese é feito logo abaixo da dobra do joelho, a cicatriz fica praticamente invisível depois de seis meses.

Apesar de ser mais comum entre as mulheres, a intervenção é indicada para todos os gêneros, porque visa o bem-estar do paciente ao fazê-lo se sentir bem consigo mesmo. “É uma cirurgia que atrai homens e mulheres e estimula a autoestima quanto a padrões de beleza. Este tipo de técnica está se popularizando por toda América Latina”, declara o diretor.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *