10 dicas para quem vai experimentar sushi pela primeira vez

sushi

Image: Pixabay

Os pratos da cozinha japonesa carregam tradições milenares, tanto na forma de preparar quanto na de degustar. Determinadas regras devem ser seguidas, pois ajudam a extrair o melhor do sabor destas iguarias. Algumas pessoas se sentem intimidadas ao usar o hashi, não sabem a quantidade de molho que devem colocar em cada porção, ou mesmo se podem morder o sushi ou não. E as dúvidas podem ser maiores ainda quando o assunto é escolher entre tantos itens diferentes no cardápio ou harmonizar os pratos com a bebida certa. Pensando nisso, vamos listar 10 dicas para os marinheiros de primeira viagem ao universo do sushi.

1 – Tipos básicos de sushi

Sashimi – composto apenas por fatias de peixe cru.
Maki (ou rolinhos de sushi) – preparado com peixe cru, vegetais, arroz e algas.
Nigiri – fatias de peixe cru sobre uma porção oval de arroz.
Temaki – feito com os mesmos ingredientes do maki, apenas enrolado em forma de cone.

2 – Sobre o molho de soja

Você não deve preencher o recipiente de molho de soja completamente. Coloque pouca quantidade, e, se necessário, reabasteça a tigelinha.

Nunca mergulhe o sushi totalmente no molho. O arroz jamais deve tocar no shoyu, pois se desmanchará e ficará encharcado. Apenas o lado do peixe deve alcançar o líquido, só assim o aroma e sabor delicado do peixe cru serão mantidos.

3 –Wasabi

Cuidado ao adicionar wasabi ao seu molho de soja. Esse tipo de pasta verde é bastante picante e pode interferir no sabor do sushi se for usado de maneira errada. A dica é usá-lo em quantidade mínima ou separadamente, mas apenas se desejar condimentar um pouco mais o seu peixe.

4 – Usando o hashi


Os pauzinhos utilizados como talheres intimidam muitos fãs de comida japonesa. Algumas pessoas evitam frequentar os restaurantes por medo de não saber como usá-los, ou ainda dar aquele “fora” na hora de compartilhar a refeição com os amigos. Se você estiver inseguro, a dica é usar hashis com elásticos ou mesmo comer com os dedos, pois essa prática também é comum e muito bem aceita. Se pretende treinar, o melhor é começar na sua própria casa. Peça comida japonesa através do delivery e ela virá acompanhada dos hashis. Você pode treinar à vontade.

Dê uma olhada aqui se deseja fazer o seu primeiro pedido de sushi e comece a praticar com os famosos pauzinhos.

5 – Para que serve o gengibre

Aquelas fatias fininhas de gengibre fresco, ou em conserva, que são servidas junto com todos os pratos de sushi, não são acompanhamentos para os peixes. Elas servem para limpar o paladar. Devem ser mastigadas entre um tipo de peixe e outro, ou mesmo ao final de cada prato. Se o próximo peixe for o mesmo do anterior, não é necessário usar o gengibre.

6 – Sushi numa única mordida

É um erro tentar morder ou cortar um sushi. Ele é preparado para ser degustado numa única mordida, e espera-se que tenha tamanho suficiente para isso. Assim, um bom sushi deve ter tamanho ideal para caber na sua boca, sem a necessidade de desmontá-lo. Os temakis são exceção.

7 – Dica específica para o nigiri

Ao levar esse tipo de sushi na boca, tente colocá-lo com a parte voltada para cima em contato com a língua, ou seja, o peixe tocando primeiro a região mais sensível ao paladar.

8 – Siga uma ordem para comer

O sashimi deve ser degustado primeiro, para manter o frescor do peixe. Depois o maki (rolinhos que contêm algas e peixe), também para manter o frescor destes dois ingredientes. Deixe para o final os pratos quentes.

9 – Como escolher os pratos

Se não souber o que comer, peça uma sugestão ao chef, ele recomendará inclusive os peixes que estiverem extremamente frescos. Mas nunca questione, pois poderá soar como uma ofensa à casa. Acompanhamentos ou qualquer outra solicitação sempre devem ser pedidos ao garçom, nunca a um sushiman.

10 – As bebidas

Existem diversas bebidas que acompanham bem o sushi. Entre elas, algumas cervejas leves, os chás e água mineral são ótimas pedidas. O saquê não é recomendado para acompanhar a refeição, pois é feito de arroz, mesmo ingrediente presente nas receitas. Sendo assim, os sabores se sobrepõem. Alguns vinhos brancos, roses e espumantes também podem ser uma boa escolha.
Mas nada impede que você deguste um bom saquê ou mesmo um aperitivo feito com a bebida enquanto espera os pratos. Vale destacar uma regra de etiqueta japonesa: você deve servir o saquê para quem estiver na sua mesa e alguém deverá servi-lo. Ao brindar use a palavra “kampai”.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *