Zero Grau 2018: Calçado brasileiro dá um up no país

Zero Grau – Feira de Calçados e Acessórios está com um clima diferente. Os corredores do Serra Park, em Gramado (RS), estão com novo ânimo. Indústrias e lojistas querem materializar suas expectativas de otimismo com relação ao futuro econômico do país e do mercado segmentado. Todos dizem que estão apostando numa janela com mais confiança a fim de reaquecer as relações comerciais que vão desde o fabricante até o consumidor final. “A nossa feira é o primeiro evento desde a mudança política do país e sinto que todos estão querendo apostar num recomeço para 2019”, diz Frederico Pletsch, diretor da Merkator Feiras e Eventos, promotora da Zero Grau, que estende até quarta-feira (21).

Os movimentados corredores mostram que varejistas de todo o país estão circulando pela feira em busca de novidades e de inovação. “Temos um clima de entusiasmo no ar.  A expectativa é boa, acho que o Brasil vai retomar o mercado de sapatos em 2019, pela mudança política econômica e pela mudança de produto que estamos fazendo”, comenta Orceni Benardi, diretor da Divalesi, fabricante gaúcho de calçados femininos. E o paulista, de Franca, Valter Cintra, produtor de calçados masculinos concorda: “vemos que no primeiro dia de feira já está bem lotada, com um astral diferente e as pessoas buscando pelo novo”, diz o diretor da Rafarillo.

Outros apostam que não é somente o cenário nacional responsável pelas boas vendas, mas sim o desempenho de cada marca. “Com a inovação e novos lançamentos de produtos, a marca tende a prosperar nesse ano de 2019”, ressalta Maribel Silva, diretora comercial e de marketing da Calçados Beira Rio, outra fabricante gaúcha. “Estamos felizes com que a coleção pode entregar. Conseguimos fazer o dever de casa em relação a custos e despesas em 2018, e estamos apostando num ano forte e de crescimento”, afirma Rodrigo Schepf, diretor de vendas da Picadilly.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *